O Que São Vegetais e Legumes Nightshades?


Vegetais e legumes Nightshades são amplamente estudados pela ciência, pois possuem toxinas venenosas e narcóticas que podem provocar uma série de efeitos nos seres humanos. Cientificamente, são solanaceaes pertencentes à família Angiospermas Eudicotiledôneas, da subclasse Sympetalae, da ordem Solanales.

Essas substâncias, chamadas de alcaloides, podem interferir em uma série de funções e órgãos essenciais do corpo humano. Como, por exemplo, o sistema digestivo, as articulações, músculos e nervos.

Contudo, elas ainda são estudadas, pois não são encontradas em grandes níveis nesses alimentos (1).

Ao todo, mais de 2.800 plantas possuem a denominação de Nightshades. Isso porque o seu cultivo acontece na sombra da noite. Alguns vegetais e legumes do tipo Solanaceaes são bastante conhecidos pelas pessoas, tais como batata, tomate, berinjela e pimenta.

2 Presentes + Acesso VIP GRÁTIS!

Cadastre-se e recebe agora 2 Books com 20 Receitas Caseiras SUPERSUCOS + 14 Práticos Chás TERAPÊUTICOS + Acesso VIP Premium.

envelope
envelope

Muitas pessoas ao descobrirem as propriedades dos alimentos Nightshades acabam deixando de consumi-los sem saber se eles realmente são prejudiciais para a saúde.

Contudo, é importante que você saiba que essas plantas possuem elementos bons e ruins que precisam ser levados em conta.

Nightshades são benéficos ou prejudiciais à saúde?

Muitas pessoas dizem que Nightshades são inimigos do organismo. Outras, afirmam que esses alimentos podem trazer uma série de benefícios para o funcionamento do corpo.

nightshadesO que acontece, na verdade, é que isso dependente do tipo de Nightshade, bem como a pessoa que o consome.

Essas plantas são ricas em nutrientes essenciais para o organismo e podem ajudar o corpo a melhorar algumas funções e processos. Entre os componentes estão as vitamina A e C, licopeno (antioxidante), capsaicina, fibra dietética, potássio, manganês e vitamina B6.

Por conta disso, Nightshades são considerados benéficos por muitas pessoas. Existem estudos que comprovam a eficácia desses alimentos dentro da alimentação. Contudo, é importante ressaltar que esses benefícios não são para todos os indivíduos.

Pessoas que sofrem de diabetes, por exemplo, devem evitar o consumo de Nightshades. Isso porque, algumas dessas plantas possui altos índices de carboidratos – como, por exemplo, a batata- que, dentro do organismo são transformados em açúcar, o que pode de piorar o quadro do paciente (2).

Por isso, esses alimentos devem ser consumidos com cautela. O ideal é que você consulte um nutricionista para que ele possa realizar exames e análises laboratoriais avaliar se os Nightshades são benéficos ou maléficos para o seu organismo, bem como os alimentos mais indicados.

Qualquer pessoa pode consumir esses alimentos?

Essa é a grande questão que determina se Nightshades são benéficos ou maléficos, e a resposta é não. O que isso quer dizer? Algumas pessoas sofrem de distúrbios e doenças que pode ser agravadas pelos componentes desses alimentos, por conta disso, eles devem ser evitados.

É o caso, por exemplo, das pessoas que sofrem de doenças autoimunes (DAI). No caso desses distúrbios, eles podem atingir vários órgãos. O sistema imunológico fica desorientado e começa a atacar o corpo, quando na verdade, deveria proteger (3).

Algumas substâncias presentes nos Nightshades podem estimular que esse sistema ataque de maneira mais forte o corpo do paciente, que já se encontra debilitado por conta do distúrbio. Dessa maneira, o quadro geral da pessoa pode se agravar (4).

Existem mais de 100 tipos dentro do grupo de doenças autoimunes. Contudo, elas são extremamente difíceis de serem diagnosticadas, pois possuem sintomas muito diferentes, que, muitas vezes, são quase imperceptíveis.

Pessoas que sofrem de doença de Crohn ou colite ulcerativa também devem evitar a ingestão de Nightshades. Isso porque, muitos estudos apontam que os alcaloides presentes nesses alimentos podem prejudicar ainda mais o revestimento intestinal do paciente.

Dessa maneira, o intestino permite que bactérias e microrganismos nocivos para a saúde entrem na corrente sanguínea, o que pode desencadear uma série de problemas em outros órgãos e tecidos do corpo. Por conta disso, muitos especialista orientam que deve-se evitar esse tipo de alimento.

É importante ressaltar que todos esses estudos e pesquisas ainda estão em desenvolvimento. Logo, não há nenhuma comprovação cientifica se os Nightshades fazem bem ou mal a saúde.

Entretanto, uma coisa é certa: esses alimentos possuem vários nutrientes que podem ser aproveitados.

Alimentos Nightshades

Existe diferentes alimentos Nightshades que você pode estar consumindo diariamente sem saber. Eles já se tornaram populares no cardápio diário dos brasileiros, e por conta disso não devem ser retirados de uma hora para a outra da alimentação.

Tenha em mente que os efeitos do consumo de Nightshades podem variar de organismo para organismo. Logo, antes de começar a comer mais alimentos do gênero, ou cortá-los de vez da sua alimentação, é muito importante que você saiba exatamente se eles são benéficos ou maléficos para o seu corpo.

Batatas

As batatas são consideradas verdadeiros coringas da cozinha. Isso porque, elas podem ser preparadas de diversas formas, o que facilita a composição de pratos e as tornam versáteis para o dia a dia das pessoas.

Elas são Nightshades bem interessantes. Cruas, elas contêm algumas toxinas que pode ser prejudiciais para a saúde. Contudo, se cozidas e consumidas com cacas, elas possuem altos índices de potássio, vitamina B6 e manganês (5).

Esses nutrientes são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Além disso, elas são excelentes opções para quem busca uma dieta rica em carboidratos, principalmente as batatas doces. Não é à toa que elas são as queridinhas de quem adere ao estilo fitness.

Berinjela

Ela é uma excelente fonte da fibra dietética, que é essencial para melhorar o funcionamento do intestino, bem como evitar o desenvolvimento de doenças cardíacas. Além disso, também é um legume bem versátil.

É extremamente utilizada pela colunaria italiana, bem como na mediterrânea. A berinjela também é rica em uma série de nutrientes, tais como: zinco potássio, ferro, vitamina C, vitamina K e magnésio (6).

Tomate

Também é popular no cardápio do brasileiro, principalmente no preparo de saladas e molhos para massas. Ele possui altos índices de antioxidantes, principalmente vitamina A, vitamina C e o betacaroteno (7).

Além disso, ele também possui manganês e vitamina E. Isso sem contar na quantidade de licopeno que é um excelente agente que ajuda a reduzir as chances do desenvolvimento de doenças cardíacas (8).

Pimenta

A pimenta é um tempero utilizado em diversas culinárias, mas, principalmente na mexicana. Além de estimular o metabolismo, ela possui uma série de nutrientes essenciais para o organismo (9).

Ela é rica em antioxidantes que auxiliam na prevenção de doenças cardíacas, bem como da diabetes e do câncer. Além disso, ela facilita a digestão e é uma excelente opção para quem deseja perder peso mais facilmente.

Ela é extremamente usada em pratos que tem origens asiáticas e mexicanas. As pimentas mais indicadas são as vermelhas, pois, possuem mais nutrientes do que as demais e contêm capsaicina, que ajuda a aliviar azia.

Pimentões

Assim como as pimentas, também são ricos em capsaicina que é um excelente agente para quem deseja perder peso. Esse é o elemento que dá a ardência do alimento e está presente, principalmente, na parte interna e nas sementes (10).

O vegetal é rico em nutrientes como: vitamina A, vitamina C, fibra, cálcio, ferro, e fósforo. Além disso, possui poucas calorias e é um excelente antioxidante natural, o que o torna uma ótima opção para quem deseja perder peso.

Além de auxiliar na prevenção do câncer, o pimentão também ajuda na saúde coração. Isso porque, suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes melhoram o sistema cardiovascular. Ele também é muito indicado para que sofre problemas de má circulação.

Esses são apenas alguns dos Nightshades mais populares. Conforme dito anteriormente, é muito importante que você fale com um médico antes de inserir ou retirar esses alimentos da sua dieta. Tenham sempre em mente que cada organismo possui necessidades especificas.

Logo, é preciso que o especialista analise as características do seu corpo para só então dar orientações sobre a melhor dieta. Lembre-se, os Nightshades podem ser benéficos ou maléficos, tudo vai depender da quantidade consumida e quem está consumindo os alimentos.

Cuidados ao consumir alimentos Nightshades

Na hora de consumir Nightshades, você deve tomar alguns cuidados essenciais. Na verdade, você deve seguir essas orientações antes de consumir qualquer tipo de alimento, pois, elas te ajudarão a evitar o consumo de substâncias, bactérias e microrganismo prejudiciais para a saúde.

O primeiro deles é higienizar bem as frutas, verduras ou legumes que você irá consumir. E não basta apenas lavar esses produtos em água corrente. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esse processo retira apenas parte dos resíduos que podem ser prejudiciais.

Passo-a-passo de como preparar Nightshades

O ideal é que você faça uma higienização mais profunda. Primeiramente você deve retirar todo o excesso de sujeira na água corrente, bem como descartar alimentos que estejam com partes estragadas. Você deve utilizar uma escova para conseguir retirar todos os resíduos.

O próximo passo é deixar esses Nightshades de molho em uma tigela com um litro de água potável para uma colher de água sanitária, por cerca de 30 minutos. Isso irá auxiliar na eliminação de bactérias e microrganismos que estejam alojados mais profundamente nas cascas dos alimentos.

Após deixar elas de molho, você deve lavá-las. O ideal é que você utilize água mineral ou filtrada, pois, muitas cidades possuem sistemas de saneamento ineficazes que podem tornar a água da torneira inadequada. Logo, todo o trabalho de higienização será perdido ao lavar os alimentos nela.

Outro cuidado muito importante que você deve tomar ao consumir Nightshades é verificar a procedência deles. Procure consumir alimentos sem agrotóxicos ou produtos que estimulem o crescimento deles. Muitas vezes, são esses os verdadeiros vilões.

Algumas substâncias utilizadas por alguns produtores são extremamente prejudiciais para a saúde. Logo, procure consumir produtos de origem orgânica. Dessa maneira, você terá a certeza que esses alimentos não possuem substâncias tóxicas que possam prejudicar seu organismo.

É muito importante, também, que você prepare os alimentos de forma adequada. Se você for cozinhá-los com casca, por exemplo, certifique-se de utilizar água fervente e alta pressão. Isso é essencial para que possíveis bactérias que tenham escapado da higienização sejam eliminadas.

No caso do consumo in natura, como acontece frequentemente com o tomate, você precisa se certificar que o processo de limpeza dos alimentos tenha sido feito de forma correta. Lembre-se sempre que eles podem possuir microrganismos prejudiciais para o corpo humano.

Nightshades: duas faces da mesma moeda

Assim como grande parte dos alimentos, os Nightshades podem tanto ser prejudiciais quanto benéficos. Isso vai depender de uma série de fatores que foram citados anteriormente. Por conta disso, é muito importante que você consulte um especialista antes de fazer qualquer modificação na sua dieta.

Tenha em mente que cortar os Nightshades completamente da sua alimentação pode ser tão prejudicial quanto consumi-los em excesso. Por conta disso, você deve falar com um nutricionista. Apenas ele saberá quais são as necessidades do seu corpo e o que você deve ou não comer.

De modo geral o que você ter mente é que os Nightshades possuem pontos positivos e negativos, assim como qualquer outro tipo de alimento. Logo, é preciso avaliar o que seu corpo precisa para saber se eles poderão ou não ser consumidos.

>
WordPress Video Lightbox