11 Benefícios De Se Comer Peixe


São muitos os benefícios de se comer peixe. Por isso, não é por acaso que esse alimento é visto por muitos especialistas como um dos mais saudáveis do mundo.

Ele é rico em proteínas, vitamina D, ácidos graxos e ômega 3. Tudo isso faz dele um alimento completo e bem-vindo na dieta.

Se você quer conhecer todos os benefícios de se comer peixe veio ao lugar certo. Este artigo mostra 11 motivos pelos quais você deveria inclui-lo constantemente na sua alimentação. Confira:

1. Possui nutrientes importantes para a saúde

Não existe nenhum tipo de peixe que vá fazer mal. Isso acontece justamente porque todos são ricos em nutrientes e têm grandes quantidades de vitaminas e minerais. Vale dizer que quanto mais gordurosos, mais saudáveis os peixes são.

2 Presentes + Acesso VIP GRÁTIS!

Cadastre-se e recebe agora 2 Books com 20 Receitas Caseiras SUPERSUCOS + 14 Práticos Chás TERAPÊUTICOS + Acesso VIP Premium.

envelope
envelope

Entre os peixes mais gordurosos estão: sardinha, truta, cavala e salmão. Todos eles são ricos em ômega 3.

Os peixes também são ricos em vitamina D, que é muito importante para o organismo (1).

2. Diminui o risco de ataques cardíacos e derrames

Um dos benefícios de se comer peixe é que ele afasta o risco de ataques cardíacos e derrames precocemente (2).

Pesquisas mostram que quem consome peixe semanalmente tem menos chance de desenvolver esses problemas. E isso justamente pelas altas quantidades de ômega 3 presentes nesse alimento (3456, 7).

3. Têm nutrientes fundamentais para o desenvolvimento

Para crescermos e nos desenvolvermos bem, o ácido graxo ômega 3 é muito importante. E especialmente quando estamos falando de desenvolvimento do cérebro e dos olhos.

Grávidas devem consumir esse alimento o máximo que puderem, porque isso garante o bom crescimento de seus bebês (8, 9).

A única recomendação feita às grávidas é que evitem o consumo de peixe cru. E isso porque esse alimento cru acumula micro-organismos, que podem prejudicar o desenvolvimento do feto.

4. Protege o cérebro e aumenta a massa cinzenta

Quando consumimos esse fruto do mar, estamos protegendo o  cérebro da degeneração que vem com o passar dos anos. Esta é, muitas vezes, a caus de doenças graves, como o mal de Alzheimer.

Quem consome mais peixe consegue manter as faculdades cognitivas inalteradas por mais tempo, de acordo com estudos. Além disso, quem consome peixe consegue conservar melhor as memórias e as funções cerebrais. Por isso, elas podem até desenvolver uma quantidade maior de massa cinzenta, que torna o cérebro ainda mais capacitado (11).

5. Previne a depressão

A depressão é um transtorno mental bastante grave. Em muitos casos esse mal pode, até mesmo matar. E isso acontece seja por favorecer o desenvolvimento de várias doenças ou por levar ao suicídio.

Vários estudos e pesquisas descobriram que, quando consumimos peixe com regularidade, temos menos chance de nos tornarmos pessoas deprimidas (12).

Ensaios diversos mostram que o consumo de ácidos graxos ômega-3 ajuda no combate a depressão. E ele, inclusive, torna medicamentos antidepressivos mais eficazes do que efetivamente são (131415).

Isso significa, na prática, que se você consome peixes constantemente, tem mais chances de ser uma pessoa mais feliz, melhorando sua qualidade de vida.

Além disso, outras análises apontam que o consumo de ácidos graxos ômega 3 é importante para quem precisa combater os sintomas de outros transtornos mentais comuns, como é o caso da bipolaridade (16).

6. É a melhor fonte de vitamina D

A vitamina D sempre foi importante para o funcionamento do nosso organismo. Porém, a verdade é que, de uns tempos para cá, muito se fala sobre os benefícios que ela pode oferecer. Aliás, o consumo de vitamina D está entre os principais benefícios de se comer peixe.

A maior parte da população mundial apresenta deficiência em vitamina D. Nesse sentido, o peixe vem como um complemento importante (17, 18).

Os óleos de peixe costumam ser ricos em vitamina D. Um exemplo disso é o óleo de fígado de bacalhau, que fornece alta quantidade desse nutriente em uma única colher.

Se você não é muito fã de pegar sol e se não gosta de consumir peixes, o melhor caminho é apostar no suplemento de vitamina D.

7. Evita diversas doenças autoimunes

As doenças autoimunes fazem com que o sistema imunológico daqueles que as têm ataquem seus próprios tecidos corporais. E isso acontece ainda que estes estejam saudáveis. Isso acontece, por exemplo, na diabetes do tipo 1, quando o sistema imunológico ataca as células que produzem insulina no pâncreas.

Estudos vêm relacionando o maior consumo de ômega 3 e de óleo de peixe a um risco menor de se desenvolver diabetes do tipo 1, tanto em crianças quanto em adultos (192021).

Essas pesquisas ainda não foram completamente concluída. Porém, especialistas acreditam que isso não se deva apenas aos ácidos graxos ômega 3 presentes nos peixes, mas também às suas altíssimas quantidades de vitamina D.

Também há teorias de que o consumo elevado de peixe ajuda a combater outras doenças autoimunes, como esclerose múltipla e artrite reumatoide. No entanto, ainda não existem evidências científicas que comprovem essas afirmações (2223).

8. Previne o desenvolvimento de asma nas crianças

A asma é uma doença muito comum nas crianças. Ela se caracteriza por ser uma inflamação nas suas vias respiratórias. Infelizmente a quantidade de crianças com esse problema tem aumentado nos últimos anos.

A boa notícia é que várias análises recentes mostram que o consumo regular de peixe fez com que os ataques de asma fossem 24% menos intensos nas crianças (24, 25).

Vale dizer que esse mesmo efeito não foi observado nos adultos. Isso, porém, não significa que eles não possam aproveitar outros benefícios de se comer peixe no cotidiano.

9. Protege a visão

A degeneração ocular é uma das doenças mais comuns relacionadas ao comprometimento da visão de pessoas mais velhas. A doença pode, inclusive, levar à cegueira, caso não seja devidamente tratada (26).

Algumas evidências científicas vêm mostrando que o consumo de ômega 3 pode ajustar a reduzir em até 42% o risco de uma pessoa desenvolver esse mal. Essa redução garante que, mesmo na velhice, é muito provável que a visão não seja afetada pelo passar dos anos, ao menos se você for fiel ao consumo regrado de peixes (27, 28).

10. Melhora o sono

Os transtornos de sono são muito comum e grande parte das pessoas apresenta dificuldade para dormir. Ou então, no mínimo, sofre para ter uma noite de descanso de qualidade.

Alguns pesquisadores, no entanto, afirmam que um dos benefícios de se comer peixe é consumir mais vitamina D, que ajuda a regular o sono e a melhorar a capacidade de descanso (29).

Estudos mostraram que o consumo de refeições com peixes garantiu a melhora do sono de homens de meia idade, que normalmente sofrem com distúrbios dessa ordem (30).

11. Prepará-lo é bem fácil

Esse último dos benefícios de se comer peixe não está relacionado exatamente à saúde. No entanto, está ligado ao prazer que o consumo desse alimento traz diariamente.

É difícil conhecer uma pessoa que não goste de peixe, pelo menos se ele foi preparado adequadamente. Por falar em preparo, normalmente os peixes são muito fáceis de serem feitos e existem muitas receitas desse alimento, tanto como acompanhamento quanto como prato principal.

O ideal é sempre apostar no consumo de peixes que foram pescados recentemente e que ainda estão frescos. Dessa forma você garante que os nutrientes se mantenham em alta, o que é excelente para a saúde.

Se você gosta de peixe, não faz mal comê-lo todos os dias, se possível. Mas se você não gosta tanto assim, tente consumi-lo ao menos duas vezes por semana, porque desse jeito você estará oferecendo um grande apoio ao seu organismo.

Alimento saudável

O peixe é sem, sombra de dúvidas, um dos alimentos mais completos que existem. Seu consumo faz bem ao nosso organismo e traz uma série de nutrientes importante, como o ômega 3 e a vitamina D.

>
WordPress Video Lightbox