A Vitamina D Ajuda a Perder Peso?


Muitas pessoas não sabem, mas a vitamina D ajuda a perder peso. Esse nutriente é essencial para o corpo, pois auxilia o organismo em muitas de suas funções essenciais.

Esse nutriente pode ser encontrado em diversos  alimentos e suplementos. No entanto, a vitamina D também pode ser obtida através da exposição ao sol. Ela é importante porque ajuda na manutenção de ossos e dentes, deixando-os mais fortes e resistentes. Além disso, a vitamina D também ajuda na absorção de cálcio (1).

Segundo pesquisas, mais de 50% das pessoas em todo o mundo tem insuficiência de vitamina D. Normalmente, alguns grupos específicos sofrem mais desse problema, como por exemplo (2):

  • idosos;
  • adultos com idade mais avançada;
  • bebês na fase de amamentação;
  • pessoas com pele negra;
  • pessoas que tomam pouco sol.

É muito importante criar uma dieta que auxilie a suprir essa necessidade. A vitamina D ajuda a perder peso, mas ela também é essencial para o organismo. Por isso, é importante ter hábitos saudáveis que ajudem na absorção desse nutriente.

2 Presentes + Acesso VIP GRÁTIS!

Cadastre-se e recebe agora 2 Books com 20 Receitas Caseiras SUPERSUCOS + 14 Práticos Chás TERAPÊUTICOS + Acesso VIP Premium.

envelope
envelope

Por que essa vitamina ajuda na perda de peso?

Diversas pesquisas mostram diferentes teorias sobre a razão pela qual a vitamina D ajuda a perder peso. Segundo estudos, esse nutriente ajuda a reduzir a produção de células de gordura no corpo (3). Além disso, ele diminui a capacidade de armazenamento de gordura no organismo (4).

Especialistas também afirmam que essa substância pode elevar os níveis de serotonina no organismo. Esse neurotransmissor é essencial, pois ajuda tanto na regulação do ciclo de sono quanto no humor (5, 6).

Isso sem contar que muitos cientistas têm associado os altos índices de vitamina D à produção elevada de testosterona. E, por consequência, também pode auxiliar na eliminação do excesso de gordura (7).

Pessoas com sobrepeso têm menos vitamina D no organismo

Diversas pesquisas também apontam os motivos pelos quais pessoas com excesso de peso têm menos vitamina D no organismo (8, 9). Um dos fatores é que esses indivíduos tendem a consumir alimentos mais calóricos e com menos índice do nutriente.

Contudo, uma das teorias mais aceitas é que a quantidade de vitamina D no organismo está ligada diretamente ao tamanho do corpo do indivíduo.  Por isso, pessoas com excesso de peso tendem a ter uma necessidade maior de vitamina D do que aquelas que estão na média de peso.

Isso mostra como é importante manter uma dieta saudável, bem como tomar sol todos os dias e praticar exercícios físicos. Tenha em mente que a vitamina D ajuda a perder peso, mas que também é muito importante ter altos índices desse nutriente no corpo.

Por isso, consulte um especialista antes de fazer qualquer mudança na sua rotina alimentar ou física. Apenas um profissional saberá avaliar suas necessidades e elaborar um cronograma adequado para supri-las da melhor maneira.

Além disso, lembre-se que, apesar do sol ser essencial para aumentar seus níveis de vitamina D no sangue, o excesso de exposição solar pode ser prejudicial. Por isso tome cuidado. Exponha-se ao sol apenas em horários adequados, antes das 10h e após as 16h, para evitar as doenças de pele.

Essa Frutas Escuras Transformam Gordura em ENERGIA!


Elas aumentam o metabolismo, aceleram a queima de gordura localizada, ajudam a reduzir o peso e conquistar o corpo ideal.

E te dão ENERGIA INTENSA TODOS OS DIAS!

 

Qual é a quantidade ideal desse nutriente que você precisa?

De modo geral, é recomendado que um adulto consuma pelo menos 600 UI (15 mg) de vitamina D diariamente. Contudo, esse valor pode mudar, dependendo das necessidades do indivíduo ou de sua rotina diária. Lembre-se: cada corpo funciona de uma maneira diferente (10).

Além disso, o peso e o índice de massa corporal também interferem na quantidade de vitamina D que você precisa ingerir por dia. Apesar do limite de consumo diário desse nutriente ser de 4.000 UI, diversos estudos já apontaram que consumir mais que isso não causa efeitos adversos (11).

Outro fato que as pesquisas apontam é o cuidado ao se consumir suplementos de vitamina D. Isso porque eles também possuem uma certa toxidade. Logo, é preciso consumir esse tipo de produto com muita cautela para que isso não acabe acarretando em problemas sérios para o corpo.

Tenha em mente que a vitamina D ajuda a perder peso, mas ela também é uma substância que precisa ter um índice padrão. A falta ou excesso desse nutriente no seu organismo pode ter consequências negativas. Por isso, tome cuidado ao criar uma dieta que envolva esse nutriente em específico.

Alimentos ricos em vitamina D

Não existe uma extensa variedade de alimentos ricos em vitamina D, isso porque ela pode ser absorvida mais facilmente através da exposição ao sol. Contudo, há algumas opções que têm ótimos índices do nutriente e que podem ajudar seu organismo a funcionar melhor. Veja:

Leite e Derivados

A vitamina D pode ser encontrada mais facilmente em alimentos de origem animal. Além disso, os produtos lácteos também apresentam altas taxas de fósforo, cálcio e riboflavina (12).

Salmão

Esse peixe é uma excelente fonte de vitamina D. Segundo uma pesquisa, ele contém 988 UI de vitamina D a cada 100g. Essa é uma ótima porcentagem para quem precisa normalizar a taxa dessa substância no organismo (13).

Ostra

O fruto do mar, além de ser considerado uma iguaria gastronômica, também é um alimento rico em vitamina D. Isso sem contar seu baixo teor calórico e o alto índice de nutrientes, como zinco, vitamina B12 e cobre (14).

Camarão

Esse marisco também é uma excelente opção para quem precisa de uma dieta rica em vitamina D. Além de ter um alto índice do nutriente, ele tem pouquíssima gordura, o que ajuda quem deseja perder peso de forma rápida (15).

Cogumelos

Esses alimentos são ótimas opções, pois conseguem sintetizar a luz do sol. Por isso são extremamente ricos em vitamina D. Para se ter uma ideia, uma porção de 100 g de cogumelos possui até 2.300 UI (16).

Gema de Ovo

Os ovos de modo geral podem oferecer diversos nutrientes essenciais para o organismo. Contudo, a gema em específico possui altos índices de vitamina D (17).

Suco de laranja

Apesar da maioria das pessoas falar apenas da bebida como fonte de vitamina C, a sua versão fortificada também possui ótimos índices de vitamina D. Ela é uma ótima opção para intolerantes a lactose e também pessoas que têm alergia aos componentes do leite.

Não existe uma gama muito extensa de alimentos com esse nutriente. Contudo, os citados acima são excelentes opções para você incluir no seu cardápio. Além disso, é possível encontrar no mercado alguns suplementos que podem ajudar a suprir as necessidades diárias dessa vitamina.

>